press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/2
  • Oli Comunicações

Prefeitura de Timbó e SEMED anunciam retorno das aulas presenciais

A partir do dia 8 de fevereiro as aulas voltam a acontecer de forma presencial



A partir do dia 8 de fevereiro as aulas voltam a acontecer de forma presencial nas escolas públicas municipais, Unidades Pré-Escolares (UPEs) e Núcleos de Educação Infantil (NEIs) de Timbó. Porém, os pais poderão optar pelo retorno do seu filho às salas de aula ou manter o ensino no formato não presencial.

A informação foi anunciada na manhã desta sexta-feira, 15 de janeiro, pelo prefeito Jorge Kruger, vice-prefeito Guilherme Voigt Junior e secretário de Educação, Alfroh Postai. O secretário destaca que os pais que optarem por manter os filhos no ensino não presencial irão precisar assinar um Termo de Compromisso, onde se comprometem a realizar as atividades e tarefas junto com aos alunos.

“Todos os pais deverão assinar o termo de compromisso, optando pelo ensino presencial ou não presencial. Caso mude de opção, deverá assinar outro termo de compromisso. Apenas será preciso que esse pedido seja feito com sete dias de antecedência do retorno da criança à unidade de ensino”, pontua Alfroh.


Toda unidade de ensino de Timbó possui Plano de Contingência


A retomada das atividades escolares irá seguir todos os protocolos de segurança necessários para um retorno seguro aos estudantes, professores e demais servidores da educação, sendo que cada Unidade de Ensino informará a sua comunidade escolar sobre os procedimentos e orientações a serem seguidos rigorosamente.

Alfroh destaca que em todas as escolas, UPEs e NEIs o retorno presencial será de forma alternada (intercalada conforme a realidade de espaço de cada unidade de ensino), preservando o distanciamento mínimo estipulado no Plano de Contingência.


Distanciamento e segurança nas salas de aula e dentro dos ônibus


Para que essa retomada pudesse acontecer, cada unidade de ensino precisou fazer um Plano de Contingência, especificando como o retorno das aulas presenciais irá ocorrer e quais ações de prevenção serão tomadas.

“A partir do momento em que esse Plano foi homologado pela Comissão Municipal, a unidade passa a estar apta para retomar as aulas no formato presencial. Esse Plano inclui, por exemplo, de que forma será fornecida a alimentação escolar, o distanciamento mínimo de 1,5 metro, a higienização e arejamento dos espaços e outras medidas de segurança, compreendidas dentre as oito diretrizes que compõem o Plano de Contingência. Cada detalhe foi pensado para proporcionar a segurança de todos”, afirma o secretário. A execução dos Planos de Contingência será rigorosamente fiscalizada pelos órgãos competentes, como Vigilância Sanitária, Secretaria de Saúde, Polícia Militar, dentre outros.

Da mesma forma, com relação ao transporte escolar da rede municipal de ensino, o mesmo obedecerá às medidas de segurança. Antes de entrar no ônibus cada estudante terá sua temperatura aferida e, dentro do veículo, haverá um monitor para auxiliar e esclarecer às crianças sobre a importância do distanciamento. “Se a criança estiver com 37,9 graus de temperatura ela não poderá entrar no ônibus. Desta forma recomendamos que os pais acompanhem seus filhos até o ponto de embarque. Importante reforçar que a capacidade máxima de cada ônibus será garantindo o distanciamento necessário”, complementa Alfroh.


Foto: Aline Brehmer/Ascom PMT

4 visualizações