top of page

PF deflagra a 22ª fase da Operação Lesa Pátria em Pomerode e região

Etapa visa à prisão e identificação de pessoas que incitaram e participaram dos ataques do dia 8/1

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 30/11, a 22ª fase da Operação Lesa Pátria. O objetivo é identificar pessoas que financiaram e fomentaram os fatos ocorridos em 8/1, em Brasília/DF, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos por indivíduos que promoveram violência e dano generalizado contra os imóveis, móveis e objetos daquelas Instituições.

A operação, visa-se dar cumprimento a 25 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva, expedidos pelo Supremo Tribunal, nos estados de Santa Catarina e Minas Gerais. Entre os 25 mandados, um mandado de busca e apreensão foi expedido em Pomerode.


Foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar à cifra de R$ 40 milhões.


Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.


As investigações continuam em curso, e a Operação Lesa Pátria se torna permanente, com atualizações periódicas acerca do número de mandados judiciais expedidos, pessoas capturadas e foragidas.


Os mandados de busca e apreensão foram expedidos:

Uberaba/MG (8) Conselheiro Pena/MG (1) Sacramento (MG) (1) Criciúma/SC (2) Mafra/SC (1) Jaraguá do Sul/SC (1) Pomerode/SC (1) Brusque/SC (1) Gaspar/SC (1) Apiúna/ SC (1) Rio do Sul/SC (1) Armazém/SC (1) Caçador/SC (1) São José/SC (1) Florianópolis/SC (1) Garopaba/SC (1) Blumenau/SC (1) Os mandados de prisão preventiva foram expedidos:

Uberaba/MG (3)


Foto: Divulgação

bottom of page