1/2
  • Oli Comunicações

Jovem é assassinado em Rio dos Cedros

O crime ainda deixou outra pessoa ferida


A Polícia Militar de Rio dos Cedros foi acionada na noite desta sexta-feira, 15 de janeiro, por volta das 22h25min, pela médica de plantão do Hospital Dom Bosco, para atenderem a uma ocorrência de homicídio. Ao chegar no hospital, a guarnição foi recepcionada pela médica, a qual informou que um jovem, de 20 anos, chegou ao hospital em estado grave,com um ferimento na região do tórax, porém perdeu os sinais vitais durante a o atendimento. A equipe médica fez todos os procedimento na tentativas de reanimação, porém sem sucesso, vindo, então, a óbito o paciente.


A guarnição, ainda no hospital, conversou com duas testemunhas. A primeira delas relatou aos policiais que estava em casa quando o possível o suspeito do crime apareceu, procurando pelo jovem que foi assassinado. Como não o encontrou, o autor desferiu dois golpes de faca contra a testemunha, por achar que ela estava mentindo. A testemunha foi então até o Hospital Dom Bosco para buscar auxilio médico e, quando seu atendimento estava finalizando, a vítima deu entrada na emergência do mesmo hospital.


A guarnição conversou com a segunda testemunha que disse estar na companhia da vítima e os dois haviam ido até um estabelecimento no Bairro Cruzeiro para comprar bebidas, enquanto estava no caixa, a testemunha ouviu um tumulto. Ao se virar, viu o autor dizendo pra vítima: "Isso não foi pra te matar, isso foi só pra ti ficar ligado". Em seguida, viu-a com a mão no peito e sangrando. A testemunha, levou a vítima até o hospital em seu próprio veículo. A testemunha não soube mais informar sobre o paradeiro do autor.


Com base no relato das testemunhas, os policiais, juntamente com o apoio das demais guarnições, levantaram as informações para chegar à identificação do possível autor. Após obterem êxito nas informações, foi comunicado as guarnições dos municípios vizinhos, a fim de tentar localizar o autor do crime de homicídio.

A guarnição deslocou com apoio de outras guarnições até o local onde o crime ocorreu. Lá havia manchas de sangue. Foi entrado em contato com o Instituto Geral de Perícias de Blumenau (IGP), para irem ao local para coletar material para analise e fazer o levantamento fotográfico.


Após a verificação do local do crime e, baseado nas informações das testemunhas, as guarnições foram em busca do autor nos locais que ele costuma frequentar, bem como no local em que o autor possivelmente reside, mas sem êxito. Diante dos fatos a guarnição lavrou o presente boletim, informando do ocorrido para as demais autoridades competentes para demais providências. Agora o crime será investigado pela Polícia Civil.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML)

95 visualizações