1/2
  • Oli Comunicações

Hospital Oase esclarece sobre pacientes internados e falta de medicação

A direção do Hospital e Maternidade Oase de Timbó informa que a situação na Saúde chegou a um momento difícil em razão da pandemia da Covid-19.



O Hospital e Maternidade Oase visando manter a transparência do seu trabalho junto à comunidade local e regional esclarece algumas situações importantes.

Primeiro, que todos estão cientes da situação que estamos vivendo neste momento, com o aumento no número de casos de pessoas acometidas pela Covid-19 e pela quantidade de internações tanto na clínica como na UTI.


Na data de hoje, dia 4 de março de 2021, às 8h30min o Hospital conta com 37 pacientes internados na UTI Covid-19, dos 37 leitos contratualizados com o Ministério da Saúde. Dos 37 internados na UTI, 11 pacientes são de Timbó. Somando os municípios da região: Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Doutor Pedrinho, Indaial, Pomerode, Rio dos Cedros e Rodeio são um total de 16 pacientes, junto com Timbó somam 27 pacientes internados na UTI.


Os outros 10 pacientes são dos demais municípios, lembramos que a decisão de qual paciente vai ocupar cada vaga em qualquer um dos leitos habilitados para atendimento de Covid-19 no estado de Santa Catarina é de responsabilidade única e exclusiva das Centrais Regionais de Regulação, que após um processo de solicitação de vaga feito pelo médico assistente responsável pelo paciente, analisam tecnicamente a solicitação e designam o Hospital mais adequado no momento para o paciente ser internado.


Já na Clínica Covid-19 o Hospital está com 31 pacientes internados e destes, 11 são de Timbó. Dos municípios da região (Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Doutor Pedrinho, Pomerode, Rio dos Cedros e Rodeio) somam mais 18 pacientes. Assim sendo dos 31 pacientes na Clínica, 29 são da região.

Segundo, que a direção, profissionais e colaboradores tem trabalha muito para seguir oferecendo um serviço de qualidade, observando que existe falta de profissionais para atuar na área da Saúde por diversos fatores no mercado.


Terceiro, que o problema de falta de medicamentos e insumos não é um problema exclusivo do Hospital e Maternidade Oase, mas sim uma questão de desabastecimento. A direção observa que já passou por uma situação igual no ano passado, sendo que o estoque da farmácia da entidade está sempre bem apertado mas, que não há falta e que a equipe está fazendo todos os esforços possíveis para manter o Hospital funcionando.

Dados de internação:

UTI Covid-19


Origem Pacientes

*Ascurra 2

*Benedito Novo 3

*Blumenau 3

*Chapecó 3

*Doutor Pedrinho 1

*Indaial 1

*Lajeado Grande 1

*Pomerode 2

*Rio dos Cedros 2

*Rodeio 2

*Salete 1

*São Lourenço do Oeste 1

*Taió 2

*Timbó 11

*Trombudo Central 1

*Xanxerê 1

Total 37

Clínica Covid-19

Origem Pacientes

*Ascurra 1

*Benedito Novo 1

*Blumenau 4

*Braço do Trombudo 1

*Doutor Pedrinho 1

*Pomerode 1

*Rio do Sul 1

*Rio dos Cedros 6

*Rodeio 4

*Timbó 11

Total 31


Foto/Fonte: Hospital e Maternidade Oase

54 visualizações