top of page

Coordenadora do Ensino Bilíngue participa do Congresso Brasileiro de Professores de Alemão

Evento acontece entre os dias 26 e 28 de julho, em Florianópolis

A Coordenadora do Ensino Bilíngue, e também Gerente de Ensino Fundamental - anos finais, da Secretaria de Educação e Formação Empreendedora, Ranice Dulce Trapp, está participando do 12º Congresso Brasileiro de Professores de Alemão, que acontece de 26 a 28 de julho, em Florianópolis, no Centro de Cultura e Eventos e no Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O congresso visa fomentar o ensino da língua alemã no país, a formação continuada e a interação entre professores de alemão e áreas afins.

A programação conta com outras palestras, sessões coordenadas, minicursos e programação cultural. A Coordenadora participou da mesa de discussão sobre o curso de DaF (Deutsch als Fremdsprache = Alemão como Língua estrangeira). Para ela, eventos como o Congresso são essenciais para o ensino da língua alemã.

“Estar no congresso é uma oportunidade de ver como é o que se pode adaptar no processo de ensino da língua alemã após a pandemia. Ter o contato com renomados estudiosos é algo indescritível”, conta entusiasmada.

Sobre a mesa de discussão sobre o DaF


A conclusão do curso de DaF (Deutsch als Fremdsprache = Alemão como Língua estrangeira) é uma das condições prévias para trabalhar como professor de alemão numa escola. Esta formação universitária tem, assim, a importante tarefa de permitir aos futuros professores de DaF, ao longo de quatro ou cinco anos, preparar e conduzir as suas próprias aulas de alemão e avaliar o processo de aprendizagem dos seus alunos nesta disciplina.


Para além da língua, da literatura e da metodologia, há uma série de conhecimentos, aptidões e competências (pedagógicas) que os futuros professores devem adquirir para alcançarem ou poderem demonstrar um elevado nível de qualificação. Uma vez que nem todas as competências podem ser adquiridas no âmbito de uma formação universitária, quer devido ao tempo disponível para o efeito no currículo, quer devido à limitada experiência de ensino, surge a necessidade de uma formação contínua que permita aos professores de DaF continuar o seu desenvolvimento profissional.

Os participantes neste painel de discussão gostariam de trocar pontos de vista sobre questões relacionadas com a formação e a formação contínua de professores de alemão como língua estrangeira e, assim, motivar outros colegas a abordar estas questões durante e após a conferência.


Foto: Divulgação

Comments


bottom of page